Ciclismo Volta a Portugal

10ª etapa: Etapa rainha não coroou os vianenses

Volta a Portugal em Bicicleta Oficial

A 10ª etapa, e penúltima, da Volta a Portugal não foi fácil pêra fácil para os vianenses, e todo o pelotão em geral, e voltou a ser arrecada pela W52-FC Porto, antecipando-se, desta forma, uma vitória de Alarcón no dia de amanhã. César Fonte (LA-Metalusa BlackJack) não conseguiu subir ao top ten da geral e Rui Sousa (RP- Boavista) não foi feliz na Serra da Estrela, onde o pelotão se desmembrou, o que não lhe permitiu chegar bem colocado à Guarda.

César Fonte foi 16º na etapa a 15m23s e Rui Sousa foi 43º a 30m06s. Em termos da geral César é 14º a 23m13s do líder e Rui Sousa 25º a 41m03s.

Com a Volta a caminhar rapidamente para o fim, o vianense César fez já um balanço. “Hoje tudo estava em jogo, etapa rainha com passagem no ponto mais alto de Portugal (Serra da Estrela) e penúltima etapa. Tudo indicava ser uma etapa dura e rápida, ninguém tinha em mente poupar forças e assim foi, uma etapa duríssima. Pessoalmente consegui integrar a fuga do dia, uma fuga numerosa mas que nunca teve grande margem para o pelotão. Queria tentar estar na luta da etapa e se possível subir ao top-10 da geral, mas não foi possível. Em termos coletivos hoje não conseguimos manter a camisola da montanha nem colocar um homem no top-10, mas estamos de cabeça erguida porque demos tudo na estrada. Amanhã último dia contra-relógio de 20kms, vou dar o melhor para defender o top-15”.

Já Rui Sousa destaca, nas redes sociais, o impacto da sua claque neste dia especial: “mais uma vez uma marca para a história da minha carreira, para a história da volta, a minha claque, deram um hino no alto da Guarda, ainda vínhamos ,a largos quilómetros da chegada… Festa, emoção, cânticos jamais esquecidos de um povo guerreiro, e que mais uma vez deram um festival de grande classe… Dizia um grande jornalista, “Rui vais embora e vamos também ficar sem este espectáculo”, “repensa a tua situação”, na verdade é o fecho de um ciclo, jamais visto já mais celebrado,com estes meus amigos , OBRIGADO à melhor e maior claque do mundo, desde a muitos anos a esta parte!”

Falta a etapa de Viseu para terminar a Volta e as grandes decisões parecem já estar conhecidas, mas só o contrarrelógio o poderá confirmar. Esta terça-feira, 15 de agosto, o ciclismo associa-se aos grandes festejos de S. Mateus para o Grande Final da 79ª Volta a Portugal Santander Totta. A derradeira etapa, um contrarrelógio individual, tem pouco mais de 20 quilómetros com partida e chegada à Avenida da Europa. Será o contrarrelógio mais curto dos últimos anos, sublinha o comunicado oficial do dia de hoje.

 

 Topo