Futsal

Abram alas para as senhoras: chegou a hora da discussão do título nacional

É já este domingo (16 horas), em Monserrate, que as meninas do Santa Luzia farão a sua estreia na fase final do Nacional de Futsal. Na voz da sua capitã, Dani, ergue-se a ambição de superar “a classificação da época passada” – 8º lugar, prometendo dar o “máximo em todos os jogos”, naquela que será a segunda vez consecutiva que a turma de Viana do Castelo chega a esta fase da prova.

 

No período que mediou o final da fase zonal do campeonato e a sua fase final, o emblema da Princesa do Lima trocou de treinar. Francisco Mandim cedeu o seu lugar a Sérgio Dionísio. Dani reconhece que houve “uma certa tristeza pela saída da equipa técnica anterior”, devido à longa duração de trabalho em conjunto. A capitã auri-negra considera um “sentimento inevitável”, mas realça que “o mais importante é o clube”.

 

Sobre o novo timoneiro da nau vianense, Dani revela entusiasmo na sua “forma de pensar o jogo”, pedindo a todos para “acreditarem no trabalho do treinador e das suas colegas”. Peça nuclear no xadrez auri-negro, a camisola 4 espera que as bancadas de Monserrate possam ter mais público vianense “principalmente nos jogos contra os grandes”.

 

Sobre a recente participação da colega de equipa, Carla Vanessa, no Europeu de futsal, Dani realça que “é difícil relembrar o resultado em si” após todos saberem que o grande objetivo era “conquistar o europeu”. Recorde-se que a jogadora do Santa Luzia marcou um golo na meia-final, na vitória sobre a Ucrânia, tendo sido uma das opções de Luís Conceição na final ante a Espanha.

 Topo