Água

ES Monserrate campeã nacional

Eduardo Pereira

A Escola Secundária de Monserrate sagrou-se campeã nacional de Desporto Escolar em futsal e basquetebol feminino. As conquistas foram conseguidas nos Campeonatos Nacionais Escolares de Juvenis que Viseu acolheu entre 18 e 20 de maio.

Em futsal, este ano o modelo competitivo foi de campeonato, defrontando a ES Monserrate no primeiro dia a ES D. Afonso Henriques, da vila das Aves, e a ES de Pombal, no sábado a ES André Gouveia, de Évora, e no domingo a Escola Básica e Secundária Francisco Simões, de Setúbal.

A equipa juvenil orientada pelo professor Rui Alexandre Silva partiu para Viseu consciente que o título era possível. “Sabíamos à partida que não seria fácil, até porque iriamos defrontar escolas que já conheciamos, atletas com quem já tinhamos jogado, atletas das seleções nacionais. Mas tinhamos a nossa estratégia bem definida, e isso passava por pensar num jogo de cada vez e disputar esse jogo até à vitória.”, revelou ao Desporto em Viana o professor.

Monserrate entrou a vencer na prova “com alguma facilidade por 6-3”. No segundo jogo, as jovens atletas não entraram bem, mas ao intervalo já venciam a equipa de Pombal, terminando o segundo jogo com 3-2 favorável.

No sábado, frente às alentejanas as vianenses voltaram a entrar a perder. Porém, concretizou-se a reviravolta antes do intervalo e quando suou o apito final a vitória por 4-1 deixava tudo em aberto para domingo, para o decisivo jogo frente à equipa de Setúbal, que no ano anterior tinha derrotado as vianenses na cobrança de grandes penalidades, na final.

Foto: Eduardo Pereira

O calendário proporcionou uma espécie de final entre a ES Monserrate e a EBS Francisco Simões, separadas por um ponto, favorável às vianenses. Rui Alexandre Silva resume o jogo desta forma:

“Aos 5 minutos de jogo já perdíamos por 2-0. Dois lances de bola comprida no pivot e dois golos, sem hipóteses para a guarda-redes. Parámos o jogo, com o desconto de tempo, e reorganizámos a equipa. Imediatamente começamos a criar oportunidades e a nossa baliza deixou de ser importunada. Mas as bolas não queriam entrar, uma no poste e duas bolas ao segundo poste, às quais chegámos atrasados. Estávamos a jogar bem, mas não marcávamos.

Na segunda parte o jogo manteve-se. A 8 minutos do fim colocámos guarda-redes avançado e três minutos depois, numa assistência da Sara para a Mariana Amorim, fizemos o 2-1. Dois minutos depois, numa jogada individual da Luana empatámos o jogo, e voltámos a estar na frente da classificação. Os três minutos que faltavam foram alucinantes, com a equipa adversária a apostar, também, no 5×4, mas as nossas pequenas revelaram-se umas verdadeiras Amazonas e pararam todas as tentativas da equipa adversária.”

Para o professor esta foi uma conquista que já tardava em concretizar-se. “Havíamos de lá chegar. Tínhamos de lá chegar. Campeões Nacionais do Desporto Escolar.”, partilhou o professor.

No basquetebol feminino, as campeãs nacionais aguardam que os constrangimentos burocráticos sejam resolvidos, para que possa representar Portugal nos Campeonatos da FISEC, que se realizam em Genk (Flandres), entre os dias 14 e 20 de julho.

Além da ES Monserrate, o concelho de Viana do Castelo também esteve representado pela Escola Secundária de Santa Maria Maior onde a aluna Alice Lourenço sagrou-se campeã nacional de 200 metros costas e a equipa de basquetebol masculina tornou-se vice-campeã.

Foto: DR

Nos Campeonatos Nacionais Escolares de Juvenis que estão representadas 12 modalidades e 2 projetos complementares, é organizado em conjunto pela Direção-Geral da Educação e pela Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares, com o apoio dos concelhos anfitriões e respetivos agrupamentos de escolas. Marcaram presença quatro mil participantes, entre alunos, alunos juízes-árbitros, professores e voluntários vindos de todo o país.

foto: DR

 

 Topo