Hóquei

Juventude de Viana impõe “penitência” à equipa dos arcebispos

DEV/DR

Na 16ª jornada do campeonato nacional da 1ª divisão, a Juventude de Viana recebeu e venceu o HC Braga (2-0) numa partida equilibrada e bem disputada até ao fim.

Prova do equilíbrio é os poucos golos apontados durante o jogo. O Braga apresentou-se muito competente a defender, tentando explorar o contra-ataque numa partida jogada a bom ritmo. Por seu lado, a equipa de André Azevedo, além de bem defensivamente, teve a eficácia necessária para amealhar os três pontos. Em destaque, os guardiões de ambas as formações que tiveram boa quota parte para os poucos golos registados.

A Juventude de Viana inaugurou o marcador por Remi Herman (1-0), aos 22m, na sequência de um apontamento individual de grande nível de Francisco Silva que já antes tinha tentado abrir o marcador de grande penalidade, mas não conseguiu.

Foi com este resultado que se chegou ao intervalo e o segundo tempo também só trouxe um golo, de bola parada. Na sequência de um livre direto, o “Zorro” disferiu o golpe final para a equipa de Rui Neto (2-0), a 11m do final.

Apesar do dois a zero, o Braga nunca desistiu e, outro dos vianenses em ringue, Afonso Lima, que representa o emblema da cidade dos arcebispos, poderia ter encurtado de livre direto de sanção à 10ª falta da Juventude, mas Correia não se deixou enganar.

Disputado até ao último segundo, a Juventude de de Viana levou a melhor e ascendeu ao 7º lugar com 20 pontos, os mesmos que o Riba d’Ave, que é 6º. O Braga do vianense Rui Neto é 9º com 18 pontos.

 Topo