Água

Marta de bronze na Califórnia

Marta Paço, atleta do Surf Clube de Viana (SCV), conquistou uma medalha de bronze no ISA World Adptative Surfing Championship, que terminou este domingo, dia 16, na praia de La Jolla, em San Diego, Califórnia.

Esta vianense cega de nascença, além de ter obtido um resultado excelente e de, com 13 anos, ter sido a atleta mais jovem em prova, participou num evento mundial histórico para o surf, no qual foi coroada a primeira campeã mundial na categoria feminina com deficiência visual.

Marta é natural de Outeiro competiu neste mundial depois de ter sido escolhida pelo Treinador da Equipa Nacional Bernardo Abreu após um estágio realizado no CAR Surf em Peniche.

Marta integra a delegação que realizou a segunda participação de Portugal neste mundial de surf adaptado, uma competição que reúne uma elite de 120 surfistas com deficiência e mobilidade reduzida provenientes de 24 países.

Segundo Fernando Aguerre, presidente da ISA, o surf adaptado e a realização deste campeonato assumem grande importância, pelo “poder de cura” e tem provado ser um impacto positivo na vida daqueles que têm grandes desafios para superar, o que contribui para um mundo melhor.

Foi na abertura oficial do Stance ISA World Adaptive Surf Championship que se institucionalizou o Dia Internacional do Surf Adaptado – a 12 de dezembro – e ainda se decidiu o regresso da ISA ao Japão, em setembro de 2019, para a prova de qualificação dos Jogos Olímpicos de Tóquio de 2020.

O Mundial de Surf Adaptado foi criado para dar aos surfistas com desafios físicos a oportunidade de participar uma competição mundial, no estilo paralímpico. Os atletas contam com a ajuda de um técnico exclusivo para conseguirem reunir todas as condições para entrarem em competição.

 Topo