Mais Modalidades

O basebol explicado pelo Renato

As regras do basebol são muitas mas auxiliado por Renato Meira, o Desporto em Viana explica sucintamente em que consiste este jogo que gira em torno do triângulo: bola, luva e taco.

Para começar, o campo. Um quadrado perfeito, com 27 metros em cada lado, que forma o “infield”. Fora dessa quadrado temos o “outfield”, que se prolonga por cerca de 110 metros.

O material é simples. Uma bola, um taco e luvas para os atletas.

Em jogo estão duas equipas. A que está presente no campo, com nove atletas, está a defender, com as seguintes posições. Catcher (atleta na Home, responsável por apanhar as bolas lançadas). Pitcher (lançador. É ele que começa os jogos). Nas bases estão o primeira, segunda e terceira base. Há ainda o Shortstop (“um jogador que é tipo o trinco no futebol, um jogador que fica entre as 2.ª e 3.ª base, sendo por isso alguém mais versátil”) e, por fim, mais três que ocupam a parte externa do campo.

Os jogadores que vão bater a bola são da equipa que ataca.

A equipa que defende tem como objetivo eliminar três jogadores da equipa que ataca. A equipa que ataca tem como objetivo pontuar, para o conseguir, um atleta tem de conseguir percorrer as quatro bases sem ser eliminado.

Um atacante pode ser eliminado se não conseguir bater na bola três vezes. Isso é um strikeout, onde o lançador mete três bolas no catcher, sem que o batedor consiga bater. Conseguindo bater na bola existem dois cenários. Se a bola não tocar no chão e a equipa que defende a agarrar, o batedor está eliminado. Se a bola tocar no chão o batedor é eliminado se a bola chegar primeiro que ele à base para a qual se desloca. Caso estejam atacantes nas bases, além das possibilidades anteriores também se pode tentar eliminar atacantes que estejam em transição da 1.ª para 2.ª, da 2.ª para 3.ª e da 3.ª para a 4.ª.

Quando se vai atacar começa-se com o primeiro batedor. O objetivo é bater a bola de forma a conseguir chegar à primeira base. “O atacante é obrigado a correr para a próxima base. No basebol quem bate tem de ficar com a primeira base livre.” Enquanto não forem eliminados três jogadores, a equipa que ataca faz os pontos que conseguir. Há nove batedores que podem estar sempre a bater. Entretanto introduziu-se a “mercy rule”, “para as situações em que já está uma diferença de 15 pontos”. Nessa caso a equipa que está a atacar passa a bola a quem está a defender. O famoso “home run” é quando a bola sai do campo sem tocar no chão. O batedor e todos os jogadores que estão em bases fazem o seu ponto. A maior jogada do basebol é o “grande slam”, que é quando estão as bases cheias e o batedor faz home run.

O jogo de basebol é “muito táctico”. “Não é muito de mexer e as pessoas podem pensar que é parado mas não o é. Temos de estar sempre a pensar no que se tem de fazer”, explica Renato.

Na Liga Atlântica cada partida consiste em quatro hinnings, ou seja, cada equipa tem a possibilidade de atacar quatro vezes, defendo outras tantas. Por isso, “no basebol a bola há-de chegar à tua vez de atacar sem teres de a roubar ao outro. Aqui entregam e é “agora ataque tu a ver se és melhor que eu”.

No final das Hinnings, quem tiver mais pontos ganha e nunca há empates. Após as quatro vezes em que se ataca, se o jogo estiver empatado, faz-se mais uma, havendo sempre a possibilidade de atacar e defender. Concluídas as partidas, não há pontos. Somam-se vitórias e derrotas para se obter a percentagem com que se define a tabela classificativa.

O basebol é um desporto americano e latino-americano, que não é muito praticado em Portugal. Existem duas duas ligas, a Liga Atlântica de Basebol e o campeonato da Federação Portuguesa de Softball e Basebol, formado por equipas de sul, “com exceção do Feirense”. No país existe apenas um campo de basebol, em Abrantes.

 Topo