Ciclismo Volta a Portugal

Rui Sousa: “Contrarrelógio beneficiava os corredores mais possantes”

Volta a Portugal Oficial

A 79ª edição da Volta a Portugal em bicicleta já está na estrada. O prólogo, com um contrarrelógio individual totalmente rolante, abriu as hostilidades da prova, em Lisboa. Damien Gaudin (Armée de Terre) conquistou, esta sexta-feira, a primeira camisola Amarela da 79ª Volta a Portugal Santander Totta ao fazer o melhor registo (6m24s). Quanto aos vianenses, Rui Sousa (RP-Boavista) ficou em 29º, perdendo 22 segundos para o líder e César Fonte (LA – Metalusa Blackjack) foi 58º a 31 segundos.

Rui Sousa defendeu-se bem nesta etapa da qual não é especialista e a RP-Boavista até viu Domingos Gonçalves ser o 2º a chegar, com dois segundos face ao líder. Apesar disso, Damien, da equipa de ciclismo do exército francês foi o mais rápido, deixando um aviso ao pelotão. “Vim com três objetivos: o prólogo, uma etapa e o contrarrelógio final. O primeiro está feito!”

Foi com o próprio Rui Sousa que fizemos uma espécie de diário de bordo deste primeiro dia.

“Dia 1 de Volta a Portugal, com um contrarrelógio, de 5,4km, num percurso totalmente plano, contra relógio que beneficiava os corredores mais possantes. Por muito pouco a vitória do mesmo não ficou aqui na equipa, o nosso “Mingos” campeão nacional da especialidade esteve mesmo à porta da vitória, sendo só superado pelo francês. Considero que para mim pessoalmente foi um dia muito positivo, acabei por me defender muito bem, atendendo aos meus 59 kg, lutei para conseguir uma boa prestação e penso que consegui. Agora segue-se a luta em pelotão, vou viver cada dia e esperar a minha oportunidade que muito gostaria de alcançar!”

O corredor do Sporting-Tavira, Alejandro Marque, foi terceiro classificado.

Pode dizer-se que hoje foi o dia das apresentações e a caravana da Volta a Portugal segue agora, a grande velocidade, por terras de Portugal. Já este Sábado decorre a 1ª etapa, que é a segunda mais longa de toda a prova. São 203km que ligam Vila Franca de Xira a Setúbal e que têm passagem pela Serra da Arrábida.

 

 Topo