Ciclismo Seniores

Viana aplaudiu Fonte mas foi espanhol quem venceu

JDR

Enrique Sanz (Euskadi-Murias) conquistou a sétima etapa da 80ª Volta a Portugal. Na chegada a Viana do Castelo, os olhares dos vianenses centraram-se no dorsal três, César Fonte.

Num final de etapa no alto do monte de Santa Luzia com chegada ao sprint, a vitória foi para quem teve mais força na ponta final. O dorsal três terminou em 20.º, a 12 segundos do primeiro a cortar a meta. Alarcón mantém a camisola amarela.

Em declarações ao Desporto em Viana, César Fonte entende que a “acabou por correr tudo bem” à equipa. A etapa “foi mais dura do que esperado inicialmente.  Foi sem dúvida das etapas mais rápidas e atacadas desta edição da Volta, muito provavelmente todo pelotão estava com vontade de chegar rápido à cidade mais bonita de Portugal”, sorri.

Com ordens da equipa para manter-se concentrado nos objetivos do coletivo, César não pensou sequer em discutir a etapa, numa “chegada bonita e das mais espetaculares e stressantes da Volta”.

Nas classificações as camisolas não mudaram de dono. Alarcón além da amarela tem também a azul, da montanha. Xuban Errazkin (Vito-Feirense-BlackJack) veste a Branca RTP da juventude, Vicente García de Mateos a Verde Rubis Gás dos pontos, enquanto o Sporting-Tavira não larga a liderança coletiva. César é 58.º, a 39:31.

Amanhã disputa-se a oitava etapa, que une Barcelos a Braga, numa ligação de 147,6 quilómetros.

 Topo